Ponto de Leitura do Piqueri e Biblioteca professor Giácomo recebem doações do livro “Memórias do Tatuapé”

"... a leitura deixou de ocupar o status que tinha há 40 anos, quando os alunos percorriam as bibliotecas, uma rica fonte de pesquisas."

As visitas aconteceram nesta segunda-feira, 18 de março. No dia 22 de março, será a vez da Biblioteca Cassiano Ricardo.

Verônica Franc

Tendo como principal razão divulgar a obra aos estudantes e pesquisadores, o autor do livro “Memórias do Tatuapé” visitou a Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães de Giácomo e entregou um exemplar à dona Neusa Prado Lima, substituta da atual coordenadora Maria Aparecida Teles Gomes que está em período de férias. Depois de um longo bate-papo, o jornalista acentuou a importância das bibliotecas e da leitura.

“Em alguns poucos momentos conheci as lembranças memoráveis da dona Neusa, funcionária da Biblioteca Hans Christian Andersen há 48 anos. Ela contou sobre o início da carreira em 1971, lembrou da Avenida Celso Garcia ‘onde havia ótimas lojas’, e entre outros fatos nos deu um panorama evolutivo da leitura e ocupação do universo que mais conhece: o dos livros e da leitura”, comentou Soares.

Segundo ele, fato constatado em pesquisas e popularmente, a leitura deixou de ocupar o status que tinha há 40 anos, quando os alunos percorriam as bibliotecas, uma rica fonte de pesquisas. Por sua vez, os livros entretinham os adultos mais regularmente e suas páginas eram debatidas entre os leitores.

Últimos exemplares da 1ª edição

Dirigindo-se ao Parque do Piqueri pela atual Avenida Salim Farah Maluf, chegando até a Avenida Condessa Elisabeth de Robiano até chegar à Rua Tuiuti, ele pode rememorar os caminhos percorridos pelos personagens do primeiro volume do livro. Aquela região engloba histórias fascinantes, segundo o autor – que já está mergulhando novamente na história do bairro.

O Ponto de Leitura Parque do Piqueri faz parte de uma rede com outros 14 pontos de leitura espalhados pela cidade, administrados pela Coordenadoria do Sistema Municipal de Bibliotecas em parceria com as Subprefeituras. Depois de ser catalogado, o livro “Memórias do Tatuapé – Uma viagem às origens nos séculos XV a XVII”, deve fazer parte do acervo e estará à disposição do público. A coordenadora dos Pontos Municipais de Leitura ao qual pertence o Piqueri é Rosana Aparecida Santana.

Aqueles que quiserem colecionar o exemplar de 1ª edição, podem adquirir o livro que está à venda nas bancas de jornais em pontos estratégicos do bairro Tatuapé ou através deste site e recebê-lo gratuitamente em casa.

 


Fotos: Estantes do Ponto de Leitura Parque do Piqueri e a funcionária Neusa: decana da biblioteca Hans em serviço temporário na Giácomo.
Share This